PREFÁCIO - Talvez nem todas essas 100 histórias sobre Michael Jackson, sejam totalmente verdade. Mas certamente elas não são totalmente mentira ! Durante 50 anos de vida e 40 anos de carreira, Michael Jackson conheceu e conviveu com milhares de pessoas e encantou à todas elas. Cada uma dessas pessoas tem uma história inesquecível para contar, sobre Michael. Aqui estão algumas dessas histórias, que foram recolhidas ao longo de muitos anos. Assim como sua música, a personalidade de Michael Jackson, também é genial ! Voltar para MJ Planet

- Friends and Family: Lisa Marie

Lisa Marie fotografa Dolce e Gabanna
para a revista UK Times Magazine
na edição de novembro de 2012
Lisa Marie Presley explica
como mudar-se
para Sussex
salvou sua sanidade


Para promover seu novo álbum, Lisa foi convidada pela revista inglesa UK Times para fotografar a nova coleção de Dolce e Gabanna e conceder uma entrevista contando sobre a sua nova vida.

Lisa servindo peixe com batatas numa
van na rua de sua cidade

Os moradores dizem que a filha única de Elvis Presley, que herdou sua fortuna de US $ 100 milhões aos 25 anos de idade, 16 anos após sua morte, ajuda um amigo a vender peixe com babatas fritas em uma van, nas ruas ca pequena cidade.
No entanto, ela levanta uma sobrancelha, indicando que algumas das histórias sobre seu entusiasmo recém-descoberto para a vida rural pode ser um exagero dos
moradores locais.

E quanto ao peixe com chip shop, ela explicou que ela fez isso por duas horas para ajudar um amigo, mas não foi chamada de volta:- "Foi divertido, mas me disseram que eu não sirvo para frituras", disse ela.

Mas por que aos 44 anos de idade, Lisa Marie escolheu o campo Inglês - ainda que fortemente vigiado numa propriedade que vale £ 9.000.00 - do que a sua mansão em Los Angeles e seu papel como castelã de Graceland, a casa da família Presley em Memphis, Tennessee?


- "Eu queria abraçar a vida simples da aldeia daqui. Eu amo isso ", ela diz. "Eu amo o que é simples. As pessoas sabem separar o certo do errado, o bem do mal. Toda a minha vida eu estava cercada. Eu tinha assistentes para isso e aquilo. Uma comitiva. E comitivas são as piores. Então, eu me livrei de todos, literalmente, e começei do zero."


Ela estava virando as costas para os tempos difíceis.-"Eu estava em torno das pessoas erradas por um longo tempo, as pessoas que não têm consciência, as pessoas que estão fazendo as coisas mais draconianas e eu não tinha idéia sobre qualquer coisa. Eu era um desastre emocional, pois eu precisava de simplicidade. Eu precisava de fidelidade e lealdade e isso é uma coisa grande nesta vila - eles são protetores e doces ".Quando ela diz isso, parece que ela poderia ser Elvis, que foi pego no excesso de sua própria vida, porém ele nunca perdeu o amor de sua origem simples, da vida no Tennessee.- "Sim, é verdade. Eu certamente não tenho tudo isso em Los Angeles. "Ela certamente parece o pai dela - em especial seus olhos, seu olhar sensual e sua linha do queixo-. Ela também tem uma enorme presença que atrai você para seguir os seus sapatos de camurça azul como uma estrela cantando.

Ao assisti-la no show e quando ela está no palco, você não consegue tirar os olhos de cima dela. Executando canções de seu novo álbum Tempestade & Graça, ela tem emoção forte e crua.As letras, que ela escreveu, falam de perda, dor, amor, auto-destruição. No palco, ela é coquete, flerta com o público, e tem um carisma comandante. Mas, por outro lado, no encontro do fotógrafo com ela, ela fica encolhida em um canto de um sofá, mal capaz de levantar os olhos grandes de olhar para ele.
Seu cabelo castanho cai sobre o rosto, e ela parece pequena. Digo-lhe que a sensação da sua gravação é o tipo de música que seu pai teria amado.Calmamente, ela diz: "Sim, eu espero que sim. Eu acho que ele iria gostar. Eu acho que ele também entenderia como eu tive que navegar para chegar aqui."

"Eu escrevi uma música um dia, me sentindo vulnerável sobre a vida e encontrei uma maneira de colocar para fora como eu estava me sentindo.

Depois de me mudar para cá eu senti que eu poderia apreciar Los Angeles mais, só por estar longe de lá."
Ela mora em Rotherfield com seu quarto marido, nascido na Califórnia, o músico Michael Lockwood, pai de suas filhas gêmeas Harper e Finley, com 4 anos de idade.

Em notas de seu álbum, ela diz sobre Lockwood: "Eu nunca soube ou experimentei um maior apoio, amoroso, altruísta humano, devotado para estar em toda a minha vida. . . Seu amor e apoio são o próprio fundamento da minha sanidade e estabilidade. "

 
 
Seu primeiro casamento, que durou seis anos, era músico e proeminente cientologista Danny Keough, com quem teve dois filhos, Riley, agora com 23 anos, e Benjamin, 20. Seguiu-se um casamento de dois anos com Michael Jackson, com diferenças irreconciliáveis ​​citadas como a razão para o rompimento. Seu casamento subseqüente ao ator Nicholas Cage durou apenas 108 dias.


O filho do primeiro casamento, Benjamin
Ela se casou com Lockwood em 2006. Todos os seus ex maridos são pessoas conhecidas, assim como sua mãe Priscilla. "Isso é interessante", diz ela, tentando colocar o circo todo para trás dela. Na verdade, embora ela esteja comprometida em seu canto e composição, a vida familiar vem em primeiro lugar.
Ela foi avistada tentando vender fast-food anonimamente nas proximidades de Tunbridge Wells, e Harper e Finley são educadas em casa.
"Benjamin vai encontrar o seu próprio caminho como músico, mas ele mantém as coisas perto". É uma tradição de família Presley? "Provavelmente, sim."

Elvis é certamente conhecido por ter mantido seus verdadeiros sentimentos para si mesmo. Priscilla Presley, por outro lado, diz-se ser muito franca. Lisa Marie como sua mãe, uma vez confessou que a mãe estava tão apavorada de ganhar peso, quando ela estava grávida, ela comeu apenas ovos cozidos. . . e Lisa Marie termina a frase: '. . . e maçãs.

- "Ela ganhou sete quilos. Minha mãe tinha algumas idéias estranhas. Em um ponto ela não queria nem que seu cachorro engordasse. Ela não é mais assim."


- "Ela tinha 20 anos, 21 anos e meu pai tinha todas as belezas e atrizes em torno dele todos os momentos, e não havia tanta pressão assim sobre ela, para ficar absolutamente impecável. Eu nunca vou ser perfeita. Sou muito diferente de minha mãe, na aparência e na personalidade"
 

- "Eu nunca tive a idéia de que eu tenho que me ver de uma determinada maneira, que eu tenho que parecer sempre jovem."Deve ter sido uma grande pressão para Lisa crescer com uma mãe que queria ser impecável e um pai que era um dos homens mais famosos do mundo. Ela encolhe os ombros.

- "Eu não sei. Eu não estava realmente perto de minha mãe enquanto estava crescendo. Eu não chegava perto dela até meus 30 anos de idade. Nós éramos como óleo e água."

'Agora somos como os melhores amigos. Mas levou um longo tempo para encontrar uma forma de aproximação. Nós simplesmente não teivemos um relacionamento. Eu vivi com ela até eu completar 17 anos, e na véspera do meu aniversário de 17 anos eu me mudei. Foi principalmente devido aos homens que ela escolheu para se relacionar. Eu não era fã deles, e isso sempre ficou no caminho da nossa relação."

"Meninas e mães podem ser rivais, eu imagino. Mas agora ela e eu temos encontrado o nosso caminho. Ela é a primeira pessoa que eu chamo se alguma coisa acontecer a mesma coisa ela faz. Graças a Deus temos isso."

Talvez ela sempre se sentiu mais perto de seu pai e desesperadamente solitária, porque a única pessoa que a entendia não estava mais lá - ele morreu quando ela tinha nove anos:- "Sim, ele era o que estava mais próximo. É claro, eu fiquei arrasada quando ele morreu. "

Ela conta uma história comovente de como ela era uma menina que acordava no meio da noite para encontrá-lo sentado ao lado da sua cama, assistindo TV.- "Foi porque ele queria ficar perto de mim. Eu amava isso. Ele era um pai incrível. Eu me senti muito amada, muito protegida. Algumas coisas que ele fez o deixaram infeliz e as pessoas ao seu redor que não eram boas, eram uma grande parte disso. . . Eu não estava ciente das drogas até o fim, quando ele parecia um pouco desconectado. "


Talvez ela cresceu muito rapidamente, sendo apenas uma criança com um dos pais e um monte de perda?- "Provavelmente. O que eu estava exposta no início da vida foi muito. Eu sinto que eu tenho vivido muitas vidas em minha vida. "

 
É por isso que ela se casou tão cedo, porque ela sentiu que tinha vivido muitas vidas e era madura?

- "Eu senti que precisava. Eu estava grávida aos 20 anos. Eu queria ter filhos cedo. Eu queria cuidar deles. Eu sempre fui materna, então cuidar deles era o meu direito de prioridade de distância. "
 

Será que ela ainda tem esse instinto de mãe, de carinho. Tem sido escrito esta era a sua compulsão por Michael Jackson, para salvá-lo.Ela olha com desconfiança. 'O que isso quer dizer?'Você vê um homem ferido, uma alma ferida, e você quer entrar e salvá-lo.- "Sim, claro, até certo ponto, mas não a ponto de arriscar a minha própria vida e sanidade."

Menos de três semanas depois de seu divórcio de Danny, ela se casou com Jackson, que ela tinha conhecido desde que ela tinha sete anos.
 
- "Eu me apaixonei por ele", explicou recentemente. "Nós fomos semelhantes em muitos aspectos. Nós não tivemos vidas convencionais. Havia coisas sobre Michael que me fizeram lembrar do meu pai. Ambos eram incrivelmente dinâmicos e icônicos. "

Mas esse seu novo tipo de vida, a cerca de 6.000 quilômetros e 10 horas em um avião para sair de Rotherfield e chegar à Los Angeles.

- "Eu não vou obscurecer meus filhos e minha música e leais amigos com coisas bobas ", diz ela. Você tem que ser mais simples em tudo. Eu olhei para o que tantas pessoas se cercam e percebi que não há necessidade de tanta coisa. Todo mundo está fora de alguma coisa e de algum lugar. Eu passei muito tempo cercada das pessoas erradas e no lugar errado.

Eles bloquearam meu ponto de vista e, quando eles saíram do caminho, eu podia ver o que estava acontecendo. Se eu fiz algo horrível para alguém, um dos meus amigos particularmente, isso me destruiria.

Houve traição em torno de mim por anos. Saindo de Los Angeles se iniciou um processo. É bom, agora que ele se foi."
 
Ela diz que as músicas que ela escreveu para Storm & Grace foi como um novo começo."Embora às vezes torturados, eles foram terapêuticos."

Ela acha reconfortante que muitas pessoas podem simpatizar com a dor da perda, amor e auto-destruição.
- "Tem havido um enorme equívoco sobre mim, porque eu mesmo ajudei a criá-lo", ela explica. 'Eu fiz outros CD's antes, mas este é um índice íntimo de quem eu sou. Eu só quero continuar trabalhando. Isso é o que me faz mais feliz. Eu não acho que você pode sempre exorcizar inseguranças e medos, você só tem que enfrentá-los quando eles vêm."

Fonte - Daily Mail

Nenhum comentário:

Postar um comentário